segunda-feira, maio 11, 2009

Soltas

1 - Pensar é mais fácil do que transmitir um pensamento. Onde eu falei em balanço, ali atrás, queria essencialmente apelar a um ponto da situação. Não pensei em fechar o estabelecimento. Fica feita a rectificação: tentava olhar à distância de seis anos, e comparar o que havia e o que há, o que mudou e o que permanece, o que foi feito e o que falta fazer. Gostava que outros fizessem o mesmo exercício, mesmo que só para si mesmos.

2- Ontem na Mouraria, foi dia da procissão da Senhora da Saúde. Colchas ricas nas janelas, pétalas rubras pelo chão, almas simples, povo rude... Mais um Sol de Primavera, o repicar dos sinos a encher o ar desde a encosta do Castelo à praça da Figueira, ao Martim Moniz... Personalidades, só eu, a Maria Cavaco, e o Costa, da Câmara. E com um ar contrafeito lá ia debaixo do pálio o D. Januário, o eterno Bispo das Forças Armadas, que deve andar de mal com o Condestável.

3- Já sei que amigos meus foram para Campo de Ourique, partilhar a alegria pela canonização de São Nuno de Santa Maria. Ando sempre desencontrado.

1 Comments:

At 3:51 da tarde, Blogger HNO said...

Oh Manel, podíamos ter combinado algo para depois (e comigo ainda estavam o Zé Carlos CL, o Vítor, o Cajó, o Luís Fernandes e o Campos e Sousa)... Que desencontro...
Um abraço

 

Enviar um comentário

<< Home