segunda-feira, julho 06, 2009

Conversa em família

Nos seus melhores tempos, o "Sexo dos Anjos" apresentou continuadamente, durante semanas e meses, médias de visitantes/dia que sistematicamente ultrapassavam os 500, quase 550.
Actualmente, pouco passa dos 200.
O primeiro número é notável, considerando as condicionantes existentes: o público/alvo representa um mercado já de si restrito, o autor é um desconhecido também um tanto limitado.
O segundo número é compreensível. O cansaço, a repetição, o esgotamento, atingem obviamente os leitores, como o próprio autor.
Atingiu-se um ponto de saturação, que tornava cada dia mais penoso o exercício de o ler, e de o fazer. É natural, é a vida.
Obviamente que em muitas situações é imperioso enfrentar a contrariedade que uma tarefa nos provoca; faz-se porque se deve fazer. Sempre fui desse parecer, e desse proceder. Acontece porém que no caso também não se vislumbra vantagem que valha o esforço. O que havia a dizer, ou a demonstrar, está dito, e feito.
Estas razões bastam para fundamentar a decisão que anunciei há alguns dias: o blogue aproxima-se do seu sexto aniversário, e já não entrará no sétimo ano de publicação. Existem ainda outros motivos, que não posso explanar neste lugar (apesar de tudo, é público...) e que coincidiram no tempo, reforçando e forçando a mesma determinação.
Sendo esta um facto irreversível, restam portanto alguns dias em que se poderá dizer o que ainda vier a propósito.

4 Comments:

At 12:52 da tarde, Anonymous Anónimo said...

Caramba!

Duzentas visitas por dia e ainda acha pouco?!

Seremos então duzentas pessoas que muito sentirão sua falta.

 
At 2:42 da tarde, Blogger NC said...

Conclui-se que só restaram os bons. Mas que são poucos isso é verdade.

Cumprimentos.

 
At 3:38 da tarde, Anonymous joão paulo said...

Então "adeus até ao meu regresso" e deixe-se de anúncios à espera de lágrimas para que fique. Basta de encenações.

 
At 5:27 da tarde, Blogger Manuel said...

Só mesmo quem não me conhece é que pode falar em "encenações" a propósito de decisões sérias, que foram decidamente pensadas e amadurecidas.
Não se impaciente, que já falta pouco tempo.

 

Enviar um comentário

<< Home